sábado, 17 de março de 2007

PERDEMOS F.J. SOGUERO

Infelizmente, o nosso estimado filhote F.J. Soguero nos deixou. Quando conhecemos o Border Collie, tivemos a grata satisfação de ganhar de um criador uruguaio, um macho merle. Por obra do destino ele veio a falecer, vitima de um atropelamento, quanto estava com quatro meses e demonstrando grande aptidão para trabalho com cavalos. Desta vez, quando recebemos de nosso cruzamento de F.J. Campeiro x F.J. TinNa um macho merle, ficamos entusiasmados, mas, por obra do destino, mais uma vez tivemos a perda de um animal com esta pelagem. Mas não esmoeceremos. Quem sabe um dia. ADEUS F.J. SOGUERO.

3 comentários:

Anônimo disse...

Caros amigos,
O dito popular afirma que os cães são os melhores amigos do homem, tenho a pretensão de ir mais além, além de amigos eles são integrantes de nossas famílias. Um cão é um filho, um pai, uma mãe, um irmão; com seu olhar, seu companheirismo e com suas ações, não podemos ficar indiferentes. Recebam minha solidariedade por esse momento de dor, já perdi alguns cães, filhotes ou não, que me deixaram muito sensibilizado. Esta semana, o FJ Joio foi mordido por uma cascavel mas felizmente conseguimos salvá-lo graças à medicação ter sido aplicada em tempo.Tenham a certeza que o FJ Sogueiro, onde estiver, estará preparando uma grande surpresa para vcs. Um grande abraço, Fernando

monooulin disse...

Lamento mucho su pérdida. Nosotros hemos tenido una hermosa Border Collie llamada Suka la cual falleció hace 6 meses de una enfermedad repentina y terminal. Te acompañamos en el dolor desde Buenos Aires.

Anônimo disse...

Somos solidários nesta perda do FJ Soguero. Sempre é triste a perda de um filhote. Temos uma fêmea Border Collie de 5 anos de nome LUNA, que se recupera de uma fratura de úmero esquerdo. E com 60 dias de pós operada já demonstra vontade de voltar ao trabalhp de pastoreio. Nossa Luna é uma companheira inseparável. Seu olhar expressivo, mesmo nos momentos de sofrimento pela dor da fratura, nunca deixou de ser terno.
Enviamos nosso abraço e solidariedade.
José Cesar e Marília Suslik